Arquitetura Retrofit

Arquitetura Retrofit

O termo retrofit é uma mescla de duas línguas: o latim do retro significa “mover-se para trás”;  o inglês do fit vem a ser “adaptação” ou “ajuste”. Basicamente, a palavra final significa “colocar o antigo em forma.”
Surgiu na Europa, onde há uma abundância de imóveis históricos que precisam ser revitalizados sem perder seu design original. Porém, tem se tornado um termo cada vez mais utilizado por todo o mundo, principalmente na arquitetura e engenharia civil.

Fachada - Foto por Milos Plazacic

O principal objetivo das técnicas de retrofit é preservar o que há de bom em uma construção antiga e adequá-la às exigências do mundo moderno, aumentando com isso sua vida útil e corrigindo falhas acumuladas longo do tempo.


Fachada - Foto por gary yim

Além disso, com o passar dos anos uma construção antiga acaba perdendo algumas funcionalidades. Com a revitalização do retrofit ela se adapta para atender às mais recentes exigências normativas relativas às construções, adequando-se ao contexto atual.

Fachada - Foto por Nine_Tomorrows

À primeira vista pode parecer muito custoso, mas os benefícios compensam. Alguns deles são: redução de gastos com energia elétrica, prevenção e reparo de vazamentos hidráulicos, diminuição das necessidades de manutenção frequente típicas de um imóvel antigo, entre outros.


Foto por lovelyday12

As etapas desse tipo de obra são as seguintes: demolição controlada, reforço da estrutura, fechamento, acabamentos, piso, substituição e/ou modernização das redes elétrica, de telefonia, de dados, hidráulica e do ar condicionado e, por fim, a fachada. E é claro que tudo isso deve ser feito por uma empresa especializada, para evitar problemas.

Foto por Ostariyanov


Quando pensamos em interiores, também podemos aplicar este conceito. A ideia aqui é renovar sem substituir tudo, trocando objetos de decoração e elementos como puxadores, por exemplo, que normalmente marcam a época.

Cafeteria - Foto por K-Smile love

Quando aplicamos o retrofit a objetos, podemos dar uma nova cara a eles, tornando-os mais interessantes. Quando uma peça está na família há muito tempo, é interessante revitalizá-la, seja para a mesma função que ela sempre teve, seja para novas alternativas.

Sala de estar - Foto por tab62

Esta tendência está cada vez mais forte aqui no Brasil, e as previsões são de que ela deve continuar crescendo. Portanto, saber aplicá-la de uma maneira inteligente pode ser um grande diferencial para você!

Cozinhas - Foto por Photographee

por Refresher